E Campel
O amor incondicional na visão do iluminismo poético
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


A ESTRELA CAIU NO MAR. CATHERINE, ARTHUR E BRYAN CONVIDAM OS AMIGINHOS PRA SONHAR

       A viagem mais esperada acontece. O dia lindo amanhece e as crianças começam a cantar. E de mãos dadas Catherine, Arthur e Bryan convidam os seus amiginhos. Vendo resplandecer a luz do sol. E um lindo sonho acontece: a esperança começa a chamar Aline, Arthur, Bryan, Catherine, Enrico, Huginho, João, Velentina e todas as demais crianças. E todos querem correr. Pra viagem começar! O barquinho vento em popa encantado com a Estrela do Mar, logo brilha. Cada criança levava nas mãos uma bandeira tipo de escoteiro. Parecia que o céu azul mais iluminava. Cada vento que soprava traduzia as lembranças, de uma história ouvida em sala de aula. Pois as mentes inocentes desejavam viajar pra ver a Estrela do Mar. A Estrela contada num conto de fadas que um dia caiu no mar. Afinal! Que seja tudo bendito, como o encanto da história do Príncipe e da Princesa. E da Fada Madrinha do universo e infinito. Pra merecer com certeza uma festa do altar. Por muito mais esperada. Nas lembranças da Professora Tia Dany para fazer alegria e agora festejar. Nessa roda de cantoria, a viagem vira poesia! Conta história e fantasia!

       - Viva a Estrela do Mar! - Vamos vibrar! Vamos cantar! E de mãos dadas às crianças formaram uma corrente. - Que seja pleno esse presente! Pelo mistério do altar! Para sempre mais amar!

       A viagem continuava cada minuto mais feliz! As ondas brancas do mar pareciam contagiar as crianças! E mais adiante navegando ainda na luz do dia: avistaram uma bela paisagem de uma linda ilha. O mais difícil seria imaginar, mas as crianças viram a imagem de uma estrela, bem no centro da ilha! Começaram a gritar: é a Estrela do Mar. Será que ela vai cair no mar? Parece um sonho! E as crianças formaram uma grande roda e todos queriam falar. - Aline dizia vamos cantar pra Estrela do Mar! – Bryan, bem esperto falava muito feliz: vejam tem muitas estrelas no céu! E logo em seguida Arthur dizia bem alto: Catherine, essa é a Estrela do Mar! Será que ela vai cair no Mar?

       Catherine, respondeu não sei e indagou: esse conto é de princesa também? Eu já ouvi a Fada Madrinha um dia! Ela contou uma história da Estrela do Mar! Vamos esperar pra ver! Enrrico menino destemido olhava bem atento pra as ondas do mar. E gritava contente: esperem pra ver! Uma estrela não pode cair no mar! João dizia contente, sim ela pode cair! E Huginho logo respondia: não! Aqui é uma viagem. Mas, de um sonho de conto de fadas! Tudo pode acontecer! E Valentina sorria dizendo: Calma! Vamos ver! Parece que fica gigante a estrela! É a Estrela do Céu que agente viu de longe! Que parecia estar no centro da ilha! E com muita emoção ouviram um estampido vindo da ilha. Gritaram contente: é a Fada Madrinha que vai aparecer!

       E a voz da Esperança transformou-se em Fada Madrinha pra dizer: Tudo pode nessa vida, quando temos muito amor no coração. E até os sonhos se transformam em realidades. Como os mistérios desse conto da estrela. Que vem muito feliz, mostrar pra vocês. Que a Estrela pode parecer cair no mar e se encantar. Do céu como miragem! Na terra como verdade na visão de longe daqui. Quando se vê uma estrela cair não se deve duvidar! E como um conto de fada fazer até um pedido ao santo e merecer!

       Como nesse conto de fada a viagem das crianças deseja celebrar! Recordações das salas de aulas. Histórias que ficaram nas memórias daquelas crianças. Lembranças de longos dias. Sorrisos e alegrias! Saudades das fantasias!

       E tudo ficou iluminado pela mensagem sagrada, quando a Estrela novamente se encantou! Num sonho lindo dourado e que muito mais até brilhou. Desse dia em diante, até a estrela que se encantou trouxe sabedorias da verdade do amor. Fez recordar os sonhos das Princesas e dos Príncipes. E das Fadas Madrinhas. Pela nova visão daqueles baixinhos e daquelas baixinhas. Quando um dia crescerem, se tornar o Príncipe ou a Princesa da vez! Não importa o tempo? E até da grande missão de ter uma estrela no coração. Pra se tornar uma Princesa ou um Príncipe, igual a esse conto de fada já vivido! Mas sendo enfim, numa nova realidade, quem sabe o dia! O tempo ou a vez de sorrir.


***Foto da Autora***
E Campel
Enviado por E Campel em 25/05/2017
Alterado em 25/05/2017

Música: Maid with flaxen hair - Richard Stoltzma

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (E Campel e o site ecampel.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras