E Campel
O amor incondicional na visão do iluminismo poético
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


A MANIA DE TUDO QUERER GUARDAR

O luta ou descoberta do consciente humano é uma das partes mais importante do nosso ser. Atrelado ao consciente encontramos o inconsciente que se torna mais ainda complexo. Sobre diversas fases da vida o ser humano pode passar a ter aspectos de anormalidades psíquicas. Que muitas vezes não cuidadas podem ultimar a uma doença denominada de Síndrome de Diógenes. Foi lendo um pouco sobre esta doença que achei muito importante fazer esta crônica. De certo, para tentar ajudar a muitas pessoas que convivem com esta doença. Que pelas explicações que passo a fazer de certo terão significados de grande valor.

A pessoa portadora desta anormalidade psíquica passa a querer guardar tudo na vida, desde objetos e coisas de valor como até aqueles que não mais servem para uso. Passam a acumular tantas coisas que o espaço da casa não mais pode existir se depender dela. O guarda roupa fica entulhado de tantos objetos, que se misturam dificultando até mesmo de encontrar algo que precise até usar ou vestir. Existe também um mau hábito deste sintoma que atinge a muitas pessoas de mais idade, que gera quase uma mania. É claro, ocorrendo de forma mais benigna no sentido de poder deixar viver com uma aparente normalidade. Outras pessoas passam a se esconder nos sintomas do inconsciente que denotam carências e medos. O ser atingido por este estado de necessidade passa a pensar e dizer: eu sou humilde e um dia eu posso precisar de tal coisa ou objeto. Deve ser muito difícil poder penetrar no inconsciente humano quando a pessoa atingida estiver nessa crise, ou surto psíquico da síndrome.

Derradeiro é querer entender, se a pessoa no seu consciente poderia se quer desejar ouvir sobre algo ou acerca desse infortúnio de vida. O plano espiritual fica arraigado pelo desafio interior de se prevenir de uma realidade de necessidade do inconsciente. No sentido, de mais a frente se precisar ter não ficar a míngua da carência ou falta. Nas sociedades mais desenvolvidas, o normal é o ser desde cedo ir a busca dos seus desejos e sonhos. Mas, o destino passa a ser o maior responsável pelos desafios das lutas travadas pelo espaço de maior concorrência. Nesse diapasão a inteligência não representa o coeficiente zero necessário de dar condições de poder partir para o desafio. Porque outros horizontes passam a existir e a entulhar a própria consciência humana. Quando por outro lado, o ser passa a ser atingido veementemente e de forma escravizada às raízes da própria inconsciência.

O mais recomendável é dizer no sentido amplo que devemos sempre arrumar o nosso interior começando pelo desapego de tudo nessa vida. Por um lado até de pessoas muitas vezes, e principalmente de coisas e/ou de objetos que não mais se prestam para uso próprio pessoal. Quem sabe fazendo doação para outras pessoas e/ou até instituições de caridade. É um grande sinal, se assim pudermos fazer.

Muitas pessoas famosas, artistas de condições financeiras até excelentes, foram atingidas por esta doença passando a ficar isoladas e dentro de casa sem nem desejar mais sair. Outras pessoas passaram a querer sair em busca de objetos deixados nos lixos das ruas.Tem relatos feitos por estudiosos desta síndrome, que fizeram despertar inclusive a vizinhos de pessoas doentes. Que de repente começaram a sentir um mau cheiro dentre daquele lar e descobriram que se tratava de uma pessoa que guardava até lixo dentro de casa dizendo que um dia poderia precisar.

É muito sério o despertar deste estado de anormalidade psíquica. Assim é preciso lutar pelo desapego das coisas materiais e até emocionais. Procurem sempre treinar a não guardar coisas inúteis ou velhas que podem representar sentimentos de carência ou medo. Elimine o mais que possível for inútil em sua vida. Sempre buscando o espaço dentro ou fora do consciente para atrair coisas novas que possam prosperar. Enquanto não conseguir se libertar de tudo, tanto materialmente como emocionalmente, não poderá abrir os espaços necessários para deixar acontecer novas oportunidades. São de grandes significados os mistérios desses entendimentos, que por muitos, de certo serão compreendidos para poder contribuir pelos valores existentes. Latentes ou não, são impressões que ficam lançadas pelo poder de desejar escrever no sentido de traduzir alguns dos sentimentos que podem existir no interior do ser.

Que às vezes pode passar até despercebido por quem mais pode necessitar a ter de descobrir o caso em questão, para pedir ajuda ou socorro. Quem sabe até ou ainda, em condição de tempo preciso para ser cuidado. Nesse sentido, deve ser procurado um psicólogo ou médico psiquiatra para fazer uma consulta e poder ser ajudado. Como também, ou principalmente, uma ajuda espiritual para poder entender o outro lado dos óbices da vida.



***Foto da Autora***
E Campel
Enviado por E Campel em 25/12/2010
Alterado em 24/01/2011
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras