E Campel
O amor incondicional na visão do iluminismo poético
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Na dança da quadrilha de matuto
O balão lindo está subindo...
Vejo as crianças correrem...
Hoje é dia de fazer o arraial...
Vamos brindar a chuva daqui...
E festejar o São Pedro agora...

Logo vejo o triângulo a bater...
Lá na frente à sanfona a tocar...
Esta é a hora da festa começar...
E a voz canta suave a canção...
Com a estrela feliz de emoção...

Numa mesma roda de alegrias...
Tudo fica muito mais contente...
Logo a fogueira começa a pegar...
A poeira soube de graça pra lá...
O vento sopra tão forte pra cá...

Vejo o arrasta pé diferente aqui...
São os casais no amasso a beijar...
Na dança da quadrilha de matuto...
No toque do som forró do Lampião...
Do faz de conta de casar o matutão...  
E Campel
Enviado por E Campel em 28/06/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras