E Campel
O amor incondicional na visão do iluminismo poético
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
16/10/2019 17h54
VOA O PRESENTE DO TEMPO PASSADO

VOA O PRESENTE DO TEMPO PASSADO

Ontem os dobrados espelharam o grande cantor...
Ouvidos serviram para garantir o ideal...
Orquestras perfilaram! Muitos estilos!
Mundos se vestiram com rebrilhos!

Hoje o presente do tempo passado se foi...
Nas escadarias dos sagrados momentos voo...
Janelas se abriram no universo mais belo!
Beijando a nova luz no infinito eterno!

Como entender o presente do tempo passado...
São as garantias! Das novas formas de comando!
Onde os sábios fazem as esperas decifrando!

O voo é a gigante voz que embala e nunca se cala...
Tem o berço estandarte de glórias sem espadas! 
Das bainhas das memórias coroadas pelas estradas!

***Foto da Autora***


Publicado por E Campel em 16/10/2019 às 17h54
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (E Campel e o site ecampel.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras