E Campel
O amor incondicional na visão do iluminismo poético
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
22/06/2019 17h58
VOA ANDORINHA

VOA ANDORINHA

O assoalho inspira a nova aurora... 
Doce voz meiga do encanto!
Bondade do Santo bendito!
Segredos que mostram o infinito!

Através dos valores que chegam...
Plenos dotes dons dos saberes...
Fontes que beijam a mesma mão... 
Na devoção da grande comunhão!

Que faz a missão com certeza... 
Da mais plantada obra da natureza...
Do recôndito da voz entender!
Do remoto esperado soerguer! 

Oh! Dimensão vastidão do caminho...
Voa andorinha! Puro viver! Grande estilo!
Brilho da Estrela Paz do amanhecer! 
Pelos raios da luz desse alvorecer! 

***Foto da Autora***


Publicado por E Campel em 22/06/2019 às 17h58
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (E Campel e o site ecampel.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras