E Campel
O amor incondicional na visão do iluminismo poético
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
24/11/2017 23h15
PURA POESIA MESMO

PURA POESIA MESMO

Como levitar na direção do destino...
Na sensibilidade poética!Toque musical que desperta!
PINGOS DE CHUVA! PURA SINTONIA!
Uhau! Fiz um verso! Afinal! Pura POESIA!

No assoalho do brilho da chuva que caía...
A magia do diáfano da epifania fez as sensações de alegrias...
Do perfume das rosas e de todas as misericórdias...
Pela riqueza da sabedoria! Pura POESIA!

Portfólio das devidas palavras!
Best seller dos valores que brilham!
Na manhã que seja!

Que beija os estilos mais contidos!
O outro dia de harmonia!
Pura POESIA MESMO!


***Foto da Autora***


Publicado por E Campel em 24/11/2017 às 23h15
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (E Campel e o site ecampel.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras